Skip to content

Aquilo que faltou a John Wesley …

28 de outubro de 2011

Há 250 anos atrás, John Wesley, fundador do Movimento Metodista, teve uma simples, porém poderosa revelação de que “família = Igreja”.

John Wesley

“Em seu sermão ‘Da Igreja’, Wesley disse que a Igreja, por definição, é um “corpo, uma congregação de pessoas unidas no serviço de Deus.” Dois ou três reunidos em nome de Cristo, ou até mesmo uma família cristã, podem, portanto, serem chamados de Igreja.”1

Ainda que Wesley tenha entendido esta realidade, até onde sabemos, ele nunca a aplicou de fato. Wesley foi tremendamente dotado na criação de sistemas para a implantação e supervisão de pequenos grupos caseiros, chamados “classes”. Em 1798, sete anos após a morte de Wesley, havia 101.712 membros congregando nestes grupos. Mas, apesar de tão grande alcance, com o tempo o movimento começou a ruir. Hoje, o conceito das “classes” é em grande parte desconhecido na Igreja Metodista e, às vezes, até mesmo rejeitado.

Compare a estratégia de Wesley com a mensagem do Dr. John Patrick, intitulada “Porque não há heteus nas ruas de Nova Iorque.” Os heteus eram uma potência há 2500 anos atrás, mas desapareceram completamente da face da terra. Por outro lado, a cultura judaica continua viva depois de 2500 anos, mesmo apesar das terríveis perseguições que enfrentou. Por quê?

O Dr. Patrick assinala que os judeus sobreviveram porque o lar era o centro de sua vida espiritual. O templo pode ter sido destruído. As sinagogas podem ter sido destruídas. Mas enquanto houvesse uma família judaica, o legado espiritual permaneceria. Os judeus sobreviveram e sempre prosperaram porque obedeceram ao mandamento divino de fazer de seu lar o centro de sua vida espiritual (Deuteronômio 6:5-9).

A Igreja primitiva, de transfundo judaico, seguia o mesmo padrão. Quando uma nova igreja nascia, esta surgia no contexto de um lar e de uma família. E aquela igreja funcionava como uma extensão da família espiritual. “Uma igreja caseira somente poderia ser estabelecida se houvesse uma família funcional.”2

Quão diferente houvera sido o Movimento Metodista se John Wesley tivesse aplicado sua revelação de que a família cristã pode ser considerada uma Igreja? O que teria acontecido se ele tivesse ensinado cada lar cristão a operar como seus pequenos grupos (ou seja, igrejas caseiras)?

Será que o atual movimento de igreja nos lares resgatará este divino e fundamental conceito?

Família = Igreja = Família

Do blog Stories from the Revolution, traduzido por @paoevinho.

Notas

[1] Howard Snyder, The Radical Wesley and Patterns for Church Renewal, p. 73.
[2] Roger Gehring, House Church and Mission, p. 240


 

Anúncios
7 Comentários
  1. cristina permalink
    28 de outubro de 2011 9:05

    Acredito que ele teve a revelação, mas não aplicou por nunca ter entendido a visão, igreja família, igreja simples demais para tantos… até os dias de hoje é assim , e assim será até
    o dia da volta do dono verdadeiro da igreja.

  2. Wanderlei permalink
    29 de outubro de 2011 12:19

    Penso que a revelação é progressiva, por isso John Wesley não colocou em prática. Com boa vontade ele agiu, porém, mais interessado em criar sistemas de homens. Isso me fez lembrar de Pedro, na passagem em que foi repreendido pelo Senhor Jesus em Mateus 16:21-23. Ele também agiu com boa vontade, ao querer impedir o sacrifício de Cristo na cruz, mas, foi repreendido. Pobres de nós, homens cheios de boa vontade humana! John Wesley, Pedro e muitos de nós, ainda não compreendeu as coisas de Deus, mas só as que são dos homens.

    A igreja fiel de Cristo na terra tem pouca força, segundo este mundo (Apo.3:8-10), destarte, como ela poderia ter compilado, traduzido em vários idiomas, e enviado a escritura aos quatro cantos da terra ao longo dos séculos através da bíblia, o livro mais lido do mundo? Afinal, como está escrito: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8:32), por isso, somente através da escritura (bíblia), podemos ter conhecimento da Verdade, que é Cristo Jesus, o filho de Deus, e este crucificado. Se sabemos que, onde o pecado abundou, superabundou a graça, então, as coisas começam a se encaixar e a fazer sentido. Meditemos no verso abaixo:

    “Não havendo bois o estábulo fica limpo, mas pela força do boi há abundância de colheita.” (Provérbios 14:4).

    Deus é soberano, Ele é quem opera tudo em todos (1Cor.12:6). Só pra constar, as sete igrejas do Apocalipse são todas do Senhor Jesus, Ele ama todas elas, não obstante, só uma é fiel (ao menos por enquanto).

    Toda honra e toda glória pertencem ao Senhor Jesus!!

  3. Anderson Chaves permalink
    29 de outubro de 2011 15:11

    Como alguém da Argentina já disse: A Igreja nunca será mais forte do que as famílias que a compõem.

  4. Bill permalink
    29 de outubro de 2011 21:59

    Um dia destes estava pensando sobre isto, como minha familia sendo a igreja. Porque que as pessoas se preocupam tanto em se congregar, primeira coisa que se pergunta é a onde o irmão congrega. O Senhor já avia colocado em meu coração que o melhor lugar para se congregar e junto da minha familia. E é isto que faço hoje em dia, e tem sido uma benção. Claro que temos uma outro encontro com os irmãos . Agradeço a DEUS, que aquilo que faço hoje a respeitos das coisas de DEUS, sempre vem uma comfirmação através de uma irmão em CRISTO JESUS.

  5. 5 de novembro de 2011 21:04

    “Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim” (Is 6.8)…
    “E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mt 28.18-20)…
    “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra” (At 1.8)…
    “E, tendo eles chegado, disse-lhes: Vós bem sabeis de que modo me tenho portado entre vós sempre, desde o primeiro dia em que entrei na Ásia, servindo ao Senhor com toda a humildade, e com lágrimas e provações que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram; como não me esquivei de vos anunciar coisa alguma que útil seja, ensinando-vos publicamente e de casa em casa, testificando, tanto a judeus como a gregos, o arrependimento para com Deus e a fé em nosso Senhor Jesus” (At 20.18-21)…

    Se deixarmos, o Senhor continuará escrevendo a Sua história através de nós…
    Eis-me aqui!

    Irmão Hugo, o seu ministério é uma bênção para a Igreja!

  6. Epifanio (Piff) permalink
    18 de novembro de 2011 0:08

    Será que o atual movimento de igreja nos lares resgatará este divino e fundamental conceito?

    A Paz do Senhor a todos
    Eu creio que sim, quando as pessoas realmente olharem para Jesus Cristo como o centro, e esquecerem de seus valores materiais, se preocupando com o amor ao próximo.
    Precisamos nos unir cada vez mais e uma coisa muito importante:
    Orarmos uns pelos outros.
    Não é difícil, ao menos tente.

  7. Antonio Marco permalink
    13 de janeiro de 2012 17:11

    Ótimo, não é que seja algo novo…a igreja sempre se reuniu nas casas, algo novo foi quando começaram a construir “templos”, o que na verdade é algo desconhecido da igreja primitiva. Sim estamos voltando as origens da igreja. Chega de homens mentiroso no comando, querendo dominar a herança de Cristo. Homens cheios de avarezas, se passando por servos, quando na verdade são lobos devoradores. Chega, ta chegando a hora de Cristo vir buscar sua igreja e esta tem estar fora de todo sistema criado por babilônia, a mãe das prostitutas e disseminaram o falso evangelho, prendendo os servos do Eterno em cadeias religiosas, cada um com sua empresa: Davi Miranda a Deus é amor, Edir Macedo Universal do reino de deus e assim vai assembleia de deus, congregação crista, batista e uma infinidade delas. A palavra diz que toda planta que o Pai não plantou será arrancada e jogada fora. Ele diz naquele dia muitos dirão: em teu nome profetizamos, fizemos muitos milagres, porém ele dirá que nunca os conheceu, pois não estavam no modelo o qual ele criou de igreja…Pra tudo o Eterno deu modelo, para o templo, para arca, para a arca de Noé, como derrubar as muralhas de Jericó, como a mulher deve se comportar na reunião da igreja, como deve ser o comportamento do varão e assim também deu modelo como sua igreja devia se reunir. Não em templos feitos por mãos humanas, mas sim hoje nós somos este próprio templo, onde o Espirito habita, somo casa de D-eus, santuário, templo…Quando criam templos dizendo que ali é casa de D-eus, estão contradizendo a verdade e o modelo de D-eus. Tenho muito que escrever, porém será possível agora. A paz e a graça de nosso D-eus seja sempre conosco. Amém….

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: