Skip to content

Igreja Presbiteriana dos EUA ordena primeiro ministro gay

10 de outubro de 2011

Um homem que deixou a Igreja Presbiteriana da Califórnia há mais de 20 anos após ter revelado à congregação que era gay foi recebido de volta como líder da igreja, tornando-se o primeiro homossexual a ser ordenado ministro.

O reverendo Scott Anderson, é abraçado por colegas durante cerimônia de ordenação em Madison, nos EUA

Emocionado, o americano Scott Anderson, de 56 anos, disse que nunca esperou que este dia chegasse. Ele foi ordenado numa cerimônia no sábado (8) diante de centenas de amigos e apoiadores na Igreja Presbiteriana de Madison, no estado do Wisconsin.

“Aos milhares de presbiterianos que trabalharam e rezaram por quase 20 anos por esse dia, o meu muito obrigado”, disse o novo ministro. “E também agradeço àqueles que discordam do que estamos fazendo aqui hoje mas que sabem que somos um em Jesus Cristo.”

Anderson serviu como ministro em Sacramento, na Califórnia, de 1983 a 1990, quando teve de se afastar da igreja. Um casal ameaçou revelar sua orientação sexual, mas ele revelou antes à congregação e renunciou porque a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos não permitia que homossexuais servissem como ministros.

A situação mudou no ano passado, quando uma assembleia nacional da igreja votou pela revogação da regra, permitindo da ordenação de Anderson.

Com informações do G1.

Anúncios
8 Comentários
  1. cristina permalink
    11 de outubro de 2011 14:41

    Aiiii, ter que ver esses fatos ocorrerem… A igrejas casando com o mundo… conheci na minha caminhada cristã , alguns anos atrás, certo ancião que dizia assim:” Se isso que está escrito na Bíblia, for mentira, se essa não é a vontade de Deus, rasguemos então essa página, ela está em lugar errado ! “

  2. 28 de outubro de 2011 13:07

    …ainda bem que eu não sou evangélico!!
    que dor…

  3. Alexandre permalink
    31 de outubro de 2011 18:07

    O Homem ordena e DEUS julga, e ai?
    Só pra adiantar na Bíblia já possui algo escrito com relação ao pecado do homossexualismo !

  4. 30 de novembro de 2011 16:47

    Uma coisa é a gente saber que as pessoas podem ter a opção sexual que desejarem;outra coisa completamente diferente é alguém passar por cima das orientações da Bíblia, torcê-las através da Nova Hermenêutica e se sentir aprovado diante de Deus por uma postura abominável.Como um pastor pode , em sã consciência, se sentir normal diante de um Deus que condena o homossexualismo(Levítico 18:22)? Como esse pastor pode se sentir feliz com o seu comportamento reprovado por Deus, se a própria Bíblia ensina na Epístola aos Hebreus 13:7 que ele deve ter uma maneira santa de viver e uma fé digna da imitação de todos?

  5. Dener Stakflerdt permalink
    20 de maio de 2012 13:56

    Não julgueis!!!!!!

  6. Wanderlei permalink
    24 de maio de 2012 14:32

    Dener Stakflerdt,

    Amado, não se deve julgar segundo a aparência dos homens, adorando-os por causa da aparência, mas se deve julgar sim, segundo a RETA justiça de Deus (João 7:24), que se encontra em sua palavra, que é RETA (Salmo 33:4). Porque se não nos sujeitarmos a Deus, mediante a sua palavra, que é o único parâmetro para julgarmos o que é bom e o que é mau diante Dele, como poderemos resistir ao mau, para que o mesmo fuja de nós?

    Infelizmente o final dos que não julgam segundo a reta justiça é exatamente este que estamos vendo, o cumprimento de Romanos 1:26-28 aos que não se importam em ter o conhecimento de Deus, pela palavra, afinal, não há limites para o homem sem Deus.

    No Amor do Mestre, Graça e Paz!!

  7. 25 de maio de 2012 22:04

    Wanderlei sempre tem com uma palavra temperada com sal, dosada com pitadas proféticas. Muito bom!

  8. Francieli permalink
    28 de maio de 2012 8:34

    Acho que juntamente com o conteúdo da matéria seria importante colocar qual é a postura de vcs a respeito do assunto. A impressão que fiquei é que este tipo de prática faz parte de algumas igrejas orgânicas…Obrigada. Deus os abençoe!

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: