Skip to content

Muro da Cisjordânia: Proteção para Israel, Escândalo para o Mundo

10 de novembro de 2009
West Bank Wall

Grafite no Muro do lado Palestino em Belém, cidade de nosso Senhor: "Não somos terroristas (os EUA sim)", "Deus é grande demais para uma única religião" e "Liberdade."

Em 2002, o governo israelense iniciou a construção da barreira de separação entre Israel e Cisjordânia, alegando como objetivo a proteção de seus cidadãos de ataques palestinos. O que para Israel é uma “parede de segurança” é interpretado do lado palestino como um “muro de apartheid.” 20 anos depois da queda do muro de Berlim, o mundo se escandaliza com a barreira, totalmente ilegal segundo a legislação internacional.

Israel se vê uma vez mais em um dilema: o de ter que tomar medidas drásticas e “politicamente incorretas” para sua sobrevivência, às custas de suas relações no cenário diplomático internacional.

http://www.bbc.co.uk/emp/external/player.swf

Quando terminada, aproximadamente 85% da barreira estará sobre território palestino ocupado, que inclui Cisjordânia e Jerusalem oriental. Segundo dados das Nações Unidas de julho de 2009, 58,3% da barreira estão terminados. E em Belém, cidade natal de nosso Senhor, uma nova escultura é a moda da vez: presépios de Natal com um muro de separação entre José e Jesus.

Anúncios
One Comment
  1. Gabriel permalink
    23 de agosto de 2011 21:18

    Isso é verdade até no livro de historia tem falando sobre esse muro

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: