Skip to content

Como Neutralizar a Al Qaeda (Transforme-a em uma igreja)

23 de outubro de 2009
Osama bin Laden

Osama bin Laden

Desde 11 de setembro de 2001, os EUA tem tentado, sem sucesso, capturar Osama bin Laden e desmantelar sua máquina terrorista, a Al Qaeda. Mas, a despeito de todo o dinheiro e a tecnologia à disposição do Tio Sam, a verdade é que a Al Qaeda é quase impossível de ser destruída. Isso se deve à maneira como sua mensagem se propaga e a rapidez com que suas células se multiplicam. Portanto, em prol do bem comum, delineemos algumas estratégias que serão efetivas em neutralizar este grupo terrorista. Devemos fazer com que a Al Qaeda:

Torne sua mensagem extremamente complexa

Atualmente, a mensagem da Al Qaeda é tão simples que pode passar rapidamente de uma pessoa a outra, sendo facilmente compreendida por qualquer indivíduo, independente de seu nível de educação ou idade. Isso é muito perigoso, porque a ideologia se torna “contagiosa” uma vez que pessoas comuns se sentem capazes de passar a mensagem adiante e recrutar outros para a causa.

Construa uma estrutura menos plana e mais hierárquica

Atualmente, as células podem mover-se de forma ágil, discreta e anônima, tornando ainda mais difícil a tarefa de destruí-las. Uma estrutura mais complexa, mais organizada, com níveis de acesso mais restritos fará com que alguns membros comecem a pensar: “Ainda não sei o suficiente para fazer isso”. Isso causaria um grande impacto no crescimento do movimento.

Promova uma “casta de especialistas” e torne o acesso a este nível mais difícil

Promova a idéia de que a mensagem é muito complexa e de que somente alguns peritos podem entendê-la. Levante diversas barreiras para se ter acesso a este nível. Promova a idéia de que células que não tenham um especialista certificado não têm condições para funcionar.

Enfoque-se mais no conhecimento e menos na prática

A “complexificação” da mensagem e a formação de uma casta de especialistas farão com que as células gastem um tempo enorme estudando a mensagem, debatendo teorias a respeito da obra, ao invés de fazer a obra em si. Melhor ainda:

Torne o estudo da obra equivalente à obra em si

O propósito das células é fazer a obra, claro. Mas e se convencermos os membros de que a obra em si é “estudar e entender a complexidade da obra”? Quando crerem nisso, estarão automaticamente neutralizados. Precisamos fazer com que eles gastem horas e horas de estudo, que se dediquem a freqüentar palestras, seminários, cursos de capacitação, treinamentos, etc; que o estudo e o conhecimento sejam supervalorizados ao ponto em que tudo o que eles façam seja “juntar-se para estudar” e ao longo deste processo sempre creiam que ainda não sabem o suficiente; que aprendam a depender de algum especialista que possa estar ensinando-os todo o tempo.

Sabote o processo de multiplicação das células

Grupos pequenos que operam por meio de princípios simples, com membros motivados e dedicados à multiplicação, são extremamente perigosos por seu crescimento exponencial e conseqüente impacto na cultura. Podemos neutralizar este processo de diversas maneiras:

Promova o culto à personalidade: convença alguns membros a empenharem-se no estabelecimento de seus próprios feudos e a conseqüência disso será um número menor de células. Ao invés de trabalhar na implementação de diversas células pequenas, a ênfase será a edificação de grupos mais numerosos, construídos em torno de algumas celebridades e compostos de diversos membros inativos.

Torne a estrutura básica da célula altamente difícil de ser reproduzida: as células da Al Qaeda, por uma questão de necessidade, possuem uma estrutura simples e fácil de ser reproduzida. Propague a idéia de que para que uma célula possa ser iniciada, necessita-se de muitíssimo planejamento, de gente especializada e de muito dinheiro. Será necessário contratar oradores especializados que possam animar a platéia com discursos motivacionais e com algumas piadas de vez em quando. Também será extremamente essencial a contratação de uma equipe assalariada treinada e especializada. Os membros verão o surgimento de algumas mega-células de “sucesso”, mas fracassarão em sua tentativa de duplicar o modelo por causa dos diversos requisitos exigidos. Isso inibirá grandemente a reprodução das células.

Promova a idéia de que as células são como um restaurante, em que as pessoas não vão para trabalhar e servir, mas unicamente para serem servidas e receberem boa comida: Isso atraíra aqueles indivíduos mais passivos e dotados de uma veia mais filosófica, mais contemplativa e menos prática a juntar-se às células que lhes ofereçam algum tipo de entretenimento ou benefício. Isso não somente fará com que o enfoque do grupo se torne unicamente interno como requererá uma quantidade imensa de recursos e energia para tornar a célula atrativa.

Faça com que os membros estejam ocupados todo o tempo

Substitua tarefas práticas e simples da obra por reuniões de planejamento, relatórios, discussão de estratégias para a multiplicação e a manutenção das células. Convença os membros que estas atividades representam a missão em si.
Isso ocupará todo o tempo dos membros e assim não haverá nenhum tempo de sobra para a missão propriamente dizendo.

Busque ajuda e reconhecimento do governo

Ofereça incentivos fiscais se necessário. Quanto maior o grupo, maior o edifício necessário para acomodá-lo, o que requererá uma maior quantidade de capital. Incentivos fiscais serão necessários e assegurarão ao governo o monitoramento e o controle dos grupos, se necessário podendo até ameaçar a revogação de sua isenção de impostos, o que comprometeria grandemente as verbas atualmente destinadas para a manutenção dos programas internos do grupo. Melhor ainda, convença os membros da célula de que se eles não tiverem uma pessoa jurídica estabelecida, com seu CNPJ, estatutos registrados em cartório, formação acadêmica credenciada pelo Ministério da Educação e isenção de impostos, não são uma comunidade de fé legítima e, portanto, não estão aptos a operar como tal.

Faça com que seus membros assimilem ao máximo a cultura local

Uma vez que os membros comecem a crer que reuniões de estudo e planejamento são a missão em si, o resto de suas vidas pode ser facilmente integrado à cultura local sem nenhum problema. Eles se tornarão indistinguíveis das demais pessoas da sociedade, e por causa de seu conceito de “missão”, serão, na prática, idênticos aos demais membros da
sociedade.

Convença seus membros a promover o grupo

Incentive-os a gastar quantidades enormes de tempo e dinheiro na produção de canetas, camisetas, chaveiros, bonés, programas de rádio, programas de TV, outdoors e coisas do tipo.

♦♦♦

Pronto. Missão cumprida. Estas estratégias funcionam para conter qualquer tipo de ideologia. As más …

… e também as boas.

Adaptado de Excuse Me While I Single-Handedly Neutralize Al Qaeda, de Brant Hansen.

Tradução e adaptação: Pão & Vinho.

© Pão & Vinho

Este artigo está sob a licença de Creative Commons e pode ser republicado, parcial ou integralmente, desde que o conteúdo não seja alterado e a fonte seja devidamente citada: http://paoevinho.org.

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: